Programa de Monitoria Indígena e Quilombola

O Programa de Monitoria Indígena e Quilombola visa proporcionar um espaço de integração, contribuindo para a permanência dos (as) estudantes indígenas e quilombolas na Universidade, por meio da intervenção de monitores (as) nos processos de adaptação às atividades acadêmicas, bem como contribuir para a compreensão, pelo (a) estudante indígena e quilombola, de seu novo ambiente de vivência.

164 indígenas

31 quilombolas

  • Professor(a) supervisor(a), coordenadores(as) de curso e monitores(as)
  • 6 Cursos contemplados com bolsas em 2020:

Cursos

Indígenas

Quilombolas

Cinema 1 0
Fisioterapia (Araranguá) 0 1
História 1 1
Jornalismo 4 1
Medicina (Araranguá) 6 1
Psicologia 6 1

Objetivos:

 

l – Contribuir para o sucesso da Política de Ações Afirmativas da Universidadeassegurando melhores condições de permanência e desenvolvimento acadêmico aos (às) estudantes indígenas e quilombolas beneficiados(as);

II – Inserir os (as) estudantes indígenas e quilombolas recém ingressantes na UFSC na realidade
universitária, visando minimizar as barreiras sociais, culturais e acadêmicas existentes;

III – Contribuir para a qualificação do ensino de graduação, por meio da participação do (a) monitor (a) em práticas pedagógicas já existentes e do desenvolvimento de novas práticas;

IV – promover o desenvolvimento acadêmico dos (as) Monitores(as) através do diálogo intercultural associado à reflexão sobre a diversidade como pertinente a sua formação em nível superior;

V – Criar condições para que o(a) Monitor(a) aprofunde sua reflexão sobre diferentes aspectos do currículo do seu curso e sobre o desenvolvimento de habilidades relacionadas à docência em sua área de formação acadêmica.

Estudantes Indígenas:

 

  • 164 estudantes, de 17 povos, regularmente matriculados (25 ingressantes em 2020.1)
  • em 55 cursos, como: Medicina (17), Odontologia (8), Licenciatura Intercultural Indígena (7), Enfermagem (6), Medicina – Araranguá (6), Psicologia (6), Agronomia (5), Educação do Campo (5), Pedagogia (5), Jornalismo (4).
GUARANI XOKLENG KAINGANG
YALAWAPITI XACRIABÁ TUXÁ
BARÉ SATERÉ-MAWÉ PARINTINTIN
WAPIXANA MUNDURUKU TICUNA
FULNI-Ô KRENAK KAMAYURÁ
ATIKUM PANKARARU

Estudantes Quilombolas:

 

  • 31 estudantes, de 9 quilombos, regularmente matriculados (8 ingressantes em 2020.1)
  • em 22 cursos, como: Medicina (6), Direito (4), Administração (2), Arquitetura e Urbanismo (2), Educação Física (2), Engenharia Civil (2), Ciências da Computação (1), Design (1), Direito (1), Engenharia Elétrica (1).
INVERNADA DOS NEGROS MORRO DO FORTUNATO ALDEIA
MORRO DO BOI VIDAL MARTINS TABULEIRO
SANTA CRUZ IVAPORUNDUVA (SP) MARGENS DO RIO PRETO, NOVO E RIACHÃO (TO)

Atribuições do(a) Monitor(a):

 

I – Dispor de horários semanais para trabalhar e estudar com o (a) estudante indígena ou quilombola;

II – Auxiliar o (a) estudante indígena ou quilombola no uso de equipamentosprogramas e ferramentas de informática;

III – Orientar o (a) estudante indígena ou quilombola quanto ao uso das bibliotecas;

IV – Auxiliar o (a) estudante indígena ou quilombola na localização e na tomada de providências para aquisição dos materiais e equipamentos exigidos pelas disciplinas;

V – Auxiliar o (a) estudante indígena ou quilombola em relação a locais e horários das disciplinas;

VI – Traduzir para o (a) estudante indígena ou quilombola situações próprias da vida acadêmica e da vida na cidade;

Vll – Reconhecer e respeitar a identidade étnica do (a) indígena ou do (a) quilombola, dispondo-se a aprender acerca de seu modo de vida, buscando assim superar as incompreensões próprias dos processos de contatos interétnicos;

Vlll – Encaminhar o(a) estudante indígena ou quilombola para o Programa Institucional de Apoio
Pedagógico aos Estudantes (PIAPE) caso observe necessidades específicas de aprendizagem relacionadas aos conteúdos acadêmicos;

IX –  Elaborar um plano de trabalho em conformidade com as orientações do (a) professor (a) supervisor (a) e com as necessidades expressas pelo (a) estudante indígena ou quilombola, e registrá-lo no MONl;

X – Atender às orientações do (a) professor (a) supervisor (a);

XI – Imprimir o tempo de compromisso da Monitoria disponível no sistema MONI, entregando-o, após as devidas assinaturas, na Coordenação do Curso de Graduação em até 10 dias do seu registro como monitor (a);

Xll – Elaborar o relatório de atividades e encaminha-lo ao (à) supervisor (a) por meio do sistema MONI, em até 30 (trinta) dias após o seu deslizamento do Programa;

Xlll– Avaliar o Programa no sistema MONI.